sábado, 3 de julho de 2010

ninguém reparou

"O que está acontecendo?
O mundo está ao contrário e ninguém reparou
O que está acontecendo?"  
Nando Reis - Relicário


Questionamento meio clichê , ainda mais pra alguém que viveu nada (19 anos?) 
mas mesmo assim vou partir do clichê , hoje passeando pelo mundo virtual 
além de reparar que as pessoas estão com péssimos gostos (ex : Fiuk cantor (quem é esse?) , Cine (ahm?) , Colirios ( e a tv brasileira consegue piorar a cada dia ...) ) enfim mas nem é sobre isso que vou falar , até por que falar mal  desses é assinar minha morte ....
voltando ao meu passeio pelo mundinho virtual , é incrível como " EU TE AMO !" é tão falado 
e tão pouco sentido hoje em dia , como o pra sempre é tão prometido e  pouco vivido.
Talvez pessoas como eu , que não amam ninguém não devessem opinar na vida amorosa dos outros . Mas não posso conter minhas náuseas quando um ser coloca  Fulaninho s2 fulaninha pra sempre , trocam juras de amor , conversar sobre casar , adotar filhos na África ... e passa 2 minutos e todo pra sempre some .. COMO ASSIM ? menos uma criança na África com  família e a Fulaninha já ta pra sempre com Ciclaninho , será que é difícil amar de verdade falar  EU TE AMO  quando isso for verdade , promessas deveriam ser verdade ... sou estúpida por querer isso ?
 ( nossa quanta verdade ) 
Valeu utopia da Ana.

( desabafo de alguém que não ama ninguém ) 


"É que eu não amo ninguém
Não amo ninguém
Eu não amo ninguém, parece incrível
Não amo ninguém
E é só amor que eu respiro"  Barão vermelho - não amo ninguém 


5 comentários:

  1. É dificil pra caralho ver um Eu Te Amo verdadeiro hoje em dia, sem mais.

    ResponderExcluir
  2. ana!!
    vi um link no teu subnick e decidi clicar e cara, me viciei.. ja li todos os posts... incrivel como a gente é tao parecida até no modo de se questionar...
    ta dificil de achar um eu te amo de verdade
    quase impossivel
    mas acho que basta amor a si propio...
    bjssss
    isabel

    ResponderExcluir
  3. Oi. boa noite. Gostei das suas impressões nesse post. Gostei ainda mais da forma técnica como você montou seu texto para transmitir suas impressões. Você colocou um trecho de uma música para ilustrar o que pretendia dizer no início e colocou outro trecho de uma outra música que bem transmite a mensagem final do texto. Interessante essa técnica. Gostei...

    Achei interessante, também, o trecho da música final intrigante. O autor da letra diz que não ama ninguém e que respira amor e isso se coaduna, exatamente, com a ideia do seu texto, pois o fato de ele não amar ninguém, mas respirar amor significa que não diz a frase mágica " eu te amo" desnecessariamente, em vão, sem sentimento; porém está se guardando para dizer àquele a quem, deveras, amar..

    Gostei das suas sacadas técnicas. Bem inteligentes mesmo!

    ResponderExcluir
  4. Gostei do seu blog, gostei do desabafo no primeiro parágrafo sobre essa cultura pop colorida, e de músicas que cantam relacionamentos adolescentes, estarão Renato, Cássia, Raul, e Cazuza a revirassem - se nos túmulos? Gostei também da continuação que fala dessa banalização do amor, das paixões que são provadas em nicks de msn e fotos em albuns de orkut. Acho que o problema todo da nossa geração é ter achado tudo na mão, ninguém luta por nada, não se levanta bandeira nenhuma, viva a nossa era de mediocridade! Mas sobre o amor, eu ainda acredito nele, principalmente quando o vejo em atitudes e não em palavras digitadas na rede.

    Mas uma vez parabéns pelo blog, e se tiver interesse dá uma olhada no meu, é um projeto de curso (jornalismo), trata de um tudo um pouco, as vezes de maneira séria e as vezes bem escrachado:
    http://doquequiserfalar.blogspot.com/

    ResponderExcluir